Matérias

imagem

Matérias

10 erros que você está cometendo ao fazer frango

Confira alguns erros que você pode estar cometendo ao preparar seu frango

Por Minha Receita

Se você tem dúvida sobre como fazer filé de frango ou como fazer frango cozido perfeitamente, que tal conferir alguns erros que pode estar cometendo na cozinha? Apesar da preparação do frango ser mais rápida e fácil do que a da carne vermelha ou da carne de porco, a proteína também tem seus truques de chef para ficar bem suculenta e macia. Não há nada pior que preparar peito de frango ou filé de frango seco por fora e cru por dentro, não é? A seguir, listamos os 10 erros mais comuns para você aprender como fazer frango, dominar as técnicas de tempero e como acertar no preparo. Confira! 

Erro 1 – Não apostar no poder de uma boa marinada para frango

Se você nunca fez marinada, saiba que está desperdiçando a chance de ter um frango extremamente temperado, suculento e macio. A técnica consiste em deixar o corte de molho em uma mistura feita com um elemento ácido, como limão e laranja, e ingredientes aromáticos, como alecrim, manjericão, salsa e louro. Aqui no Minha Receita, nós já contamos 5 versões de marinada que prometem deixar qualquer frango irresistível. Ele deve marinar na geladeira por um período que varia entre 30 minutos e 12 horas, e apesar desse tempo longo, a gente garante: vale a pena experimentar a técnica para que os temperos penetrem de forma mais intensa. 

Erro 2 – Não experimentar temperos diferentes na preparação do frango

Alho, sal, cebola, pimenta, limão e ervas frescas são os temperos mais conhecidos, seja para o preparo de frango frito, frango cozido ou frango grelhado, mas eles não são os únicos que você pode usar, ok? Na marinada, experimente trocar o limão por laranja, que também é cítrica mas garante um toque agridoce ao paladar. E que tal trocar a cebola comum pela cebola roxa, que tem um sabor mais forte? E se você nunca testou combinar bebidas alcoólicas com frango, não sabe o que está perdendo: experimente vinho branco seco, que combina bem com carnes brancas e garante mais maciez. A cerveja preta estilo Dunkel também dá notas de sabor diferentes ao frango – dá uma olhada nesta receita de sobrecoxa de frango com cerveja. Especiarias como páprica doce ou picante, mostarda, curry e shoyu também são bem-vindas.

Erro 3 – Fazer frango frito ou grelhado com a carne ainda gelada

Um dos erros mais comuns na hora de fazer frango frito ou grelhado, principalmente em momentos de pressa, é retirar o frango da geladeira e levar direto para a frigideira, panela ou para o forno. Além do pouco tempo para o frango absorver os temperos que você escolheu, ao ser levado gelado direto para o fogo é provável que fique ressecado ou cru por dentro. O certo é deixar o peito de frango ou qualquer outra peça que for preparar 20 minutinhos fora da geladeira antes de levar ao fogo para alcançar a temperatura ambiente e cozinhar de forma uniforme. 

Erro 4 – Não pré aquecer a frigideira para garantir um frango macio 

Ao contrário do bacon, que precisa ser frito em uma frigideira fria, o frango precisa de uma frigideira ou panela bem quente para que fique crocante por fora e macio por dentro – principalmente se for fritar ou grelhar peças com pele. Para checar se está bem aquecida, polvilhe a superfície com um pouco de água. Se chiar e evaporar, estará quente o bastante! 

Erro 5 – Fazer filé de frango sem marinar a carne

Se você costuma fazer frango grelhado mas não dá muita bola para a marinada e tende a temperar os filés na hora, você também está cometendo outro erro gastronômico. Esse corte tende a ser mais seco que os outros, então precisa de uma boa hidratação com um mix de temperos. A dica é cortar os filés de frango na mesma espessura (ou comprar filés já cortados como os Filezinhos Sassami da Seara) e deixá-los um tempo marinando em uma mistura feita com suco de limão ou laranja, sal, cebola, alho, pimenta ou outras especiarias que você mais gostar.  

Erro 6 – Não apostar na salmoura nos dias de pressa

Já ouviu falar na salmoura? É uma técnica que consiste em deixar a carne branca submersa em apenas água e sal – diferentemente da marinada, que leva mais especiarias e outros temperos. A salmoura faz com que o frango desidrate menos na hora de assar ou quando for para a grelha. Fazer a técnica só requer alguns minutinhos da sua rotina: 30 minutinhos de molho são suficientes para deixar o frango hidratado e macio na hora de servir! 

Erro 7 – Cortar o frango para checar se está pronto ou virar os pedaços antes do tempo 

O preparo do frango quando está na frigideira ou na panela também requer cuidados. Um erro comum é cortar o frango ou espetá-lo com um garfo para checar se ele está cozido por dentro ou para virar o lado. Cortar o frango nesse momento fará com que os líquidos da carne saiam, deixando o pedaço seco e comprometendo a textura. Inclusive, os sucos da carne também podem sair se você pressioná-la com a espátula. O indicado é cozinhar o frango no fogo médio para que fique perfeito por dentro e usar uma pinça para virá-lo.  

Erro 8 – Não amarrar as pernas no frango assado

Vai fazer um frango inteiro no forno e servir para toda a família? Se você não amarrar as pernas, saiba que está cometendo um grande erro culinário. Além de deixar a proteína mais compacta no forno, amarrar as pernas do frango para o alto evita que as pontas queimem. Para conseguir, não tem muito segredo: basta juntar a ponta das coxas e amarrar com um barbante culinário. Se não tiver, dá para improvisar com papel-alumínio, dobrando a folha até virar uma tira fina. Dessa forma, você consegue uniformizar o cozimento do frango. 

Erro 9 – Não regar o frango assado no forno com a própria marinada

Um erro comum na hora de fazer frango assado é levá-lo ao forno e só retirar na hora de servir. No entanto, você perde a oportunidade de dar ainda mais sabor ao prato se não regar a ave com a própria marinada a cada 30 minutos. Enquanto assa, a dica é regar com a gordura do fundo, que fica separada dos outros líquidos da mistura. Dessa forma, além de deixar o frango mais suculento, você também impede que o calor do forno resseque a carne. 

Erro 10 – Não utilizar um frango de qualidade em suas receitas

Depois de ler os erros mais comuns na hora de fazer frango, o último dos erros cometidos na hora de preparar esse tipo de carne é não apostar em um frango de qualidade. Da próxima vez que você for ao supermercado, aposte na linha Assa Fácil Seara, que tem Filé de Peito, Frango Inteiro e outras opções para te ajudar a cozinhar mais facilmente no dia a dia. Já a linha Congelados e Soltinhos conta com cortes prontos para você preparar do jeito que preferir, como coxinha e filezinho sassami. O melhor de tudo é que todos já vêm temperados para otimizar seu tempo na cozinha e garantir ainda mais sabor!

Matérias
relacionadas

Confira outras matérias

28.jan

Aves

Diferenças entre temperar e marinar frango

11.dez

Aves

Comidas rápidas e saudáveis para jantar com frango empanado

10.dez

Aves

Salpicão de frango combina com o que? 4 opções de pratos para servir junto

10.dez

Aves

Como empanar frango: dicas para deixar a crosta crocante e sequinha

Mais Matérias

Produtos Seara

Para realizar as suas receitas